Guillermo Piernes
GUILLERMO PIERNES

Home
Home

Autor do Site
Autor del Sitio

Crônicas
Crónicas

Contos
Cuentos

Artigos
Artículos

Poemas
Poemas

Escritores e Artistas
Escritores y Artistas

Índice
Índice

Links
Links

Correio dos Leitores
Correo de los Lectores

Guillermo Piernes
GUILLERMO PIERNES
Poemas
Poemas
Terra amada... perdão (Poema) - Guillermo Piernes

15/12/2021 00:00




­Terra amada...perdão
de Guillermo Piernes **
Quem concentra-se no próprio umbigo
deixa passar a vida apenas, quase castigo.
Será ainda mais infeliz, pobre e inseguro
com o rumo ambiental, preocupante futuro
Faltará comida, água, segurança e moradia,
sobrará medo das surpresas de cada dia.
Este aviso quase poesia não é ao Planeta,
é para os ingratos que mamaram nessa teta.
Humilde pedido de perdão a Terra generosa
dos que agradecem pela flor cheirosa,
a magia diária, pontual, bela, da aurora
pelo giro espacial a mil quilômetros/hora.
Natureza devastada, poluída, e ainda pior,
pela ambição, burrice ou corrupção maior.
Muitos matam água e verde para somar ouro
e agora temem covardes pelo seu próprio couro.
Chegam incontroláveis respostas radicais,
tempestades, terremotos, penúria para mortais.
Somem geleiras e florestas, pântanos secam
o mar avança e rios assoreados lares inundam.
Calor/frio extremos, chuva demais/de menos,
tantos famintos e sem teto, pouco fazemos.
Flora e fauna mínguam sem efetivas respostas
das lideranças tortas ou falsas elites, bostas!
Um sistema claudicante escolhe representantes,
carentes de ideias salvo manter tudo, como antes.
Recuperemos as palavras certas, vergonha e foco
para escapar do grave, gigantesco, global sufoco
Abandonar palavras que ocultem condutas, fatos,
deixar de mentir, ser cúmplices dos assassinatos.
Chega de insensatos egoísmos! Sem tempo
de celebrar ignorância/ morte. Jogo limpo!
Momento de trocar método, produto, costume,
de atender a ciência para não virar estrume.
Hora de limpar, respeitar, amar, trabalho,
mudemos ou iremos rápido, direto, ao caralho!
Uns sacrificaram tudo por justiça, falharam,
Alguns por causas nobres, se ferraram.
A história hoje é outra, resultado tanto faz,
Ganhar/perder, com a consciência em paz.

** Guillermo Piernes - Escritor, jornalista e as vezes poeta empurrado por uma paixão
Imagem Furia da Natureza - Clube da Geografia - Wordpress


[ VOLTAR ]
Textos protegidos por Copyright - Guillermo Piernes 2022