Guillermo Piernes
GUILLERMO PIERNES

Home
Home

Autor do Site
Autor del Sitio

Crônicas
Crónicas

Contos
Cuentos

Artigos
Artículos

Poemas
Poemas

Escritores e Artistas
Escritores y Artistas

Índice
Índice

Links
Links

Correio dos Leitores
Correo de los Lectores

Guillermo Piernes
GUILLERMO PIERNES
Poemas
Poemas
Casa, descasa, procura (Poema) - José Fonseca Filho

20/04/2022 00:00




­
Casa, descasa, procura...

de José Fonseca Filho ** 
Cada um tem lá seu gosto
Por isso não vou discutir:
Se achar feia vire o rosto
E vamos vivendo assim
 
Existem as que são lindas
Fofinhas como convém
Meu Deus,faz outras dessas
E mil vezes direi Amém
Tem magrelas e gorditas
Mas todas atuam bem
No vai e vem dos amores
Procuram o que lhes convém
Cinquenta anos casado
Completou um amigo meu
Eu que casei três vezes
De casado tenho seis
Foram curtas temporadas
Como noites de verão
E quando perdia uma
Outra estava de plantão
Depois de algum tempo
De puro amor e magia
Os dois se desencontravam.
E a porta da rua se abria
Pego logo minhas coisas
E me mando com alegria
Perambulo tagarelando:
Amanhã, será outro dia
Esse dia nunca chegou
Mas vou resistindo bem
Não gosto de dar cantadas
Respeito é o que convém
Otimistas não esperem
Algum milagre surgir
Eu não creio em mais nada
Mas vou curtindo por aqui

Quem quiser que acredite
Ou então deixa pra lá
Para cima ou para baixo
Um dia vamos chegar

Depois tudo recomeça
Apaixonado outra vez.
Breve terei mais estórias
Para assustar a vocês
** José Fonseca Filho é jornalista e pré-poeta
* Crédito pintura: Galeria Vulka, Espanha



[ VOLTAR ]
Textos protegidos por Copyright - Guillermo Piernes 2022