Guillermo Piernes
GUILLERMO PIERNES

Home
Home

Autor do Site
Autor del Sitio

Crônicas
Crónicas

Contos e Poemas
Cuentos y poemas

Artigos
Artículos

Escritores e Artistas
Escritores y Artistas

Índice
Índice

Links
Links

Contato
Contacto

Correio dos Leitores
Correo de los Lectores

Guillermo Piernes
GUILLERMO PIERNES
Artigos
Artículos
Docente Orientador - Carlos Acurso

15/07/2020




Docente Orientador

Por Carlos Acurso **

Somente aqueles que entendem o ambiente em que vivem podem guiar os outros. Um professor não pode deixar de perceber o clima de uma sociedade fortemente influenciada pela cultura computacional.

Há uma nova atitude que é causa e efeito do uso de computadores. Um profissional de ensino pode ignorar tudo sobre essas máquinas.

O que você não deve fazer é ignorar o ambiente que eles criam. Se você não entende o clima das novas circunstâncias ... Para onde orienta?
 
AO MESTRE COM CARINHO

Cabe a professores de todos os níveis e especialidades assumir a orientação da sociedade em relação à cultura computacional.

O orientador por excelência não deve renunciar a essa função transcendente. Ele sabe como cumpri-lo, mas seu trabalho será difícil se esconderem para ele o que está acontecendo. mistério que envolve o novo ambiente deve ser removido, para deixar de ficar cansado de olhar sem ver.

VOCE É EU SOMOS TRÊS

Na realidade, um professor com relação a um computador pode fazer apenas três coisas:
1. Usar como uma ferramenta para complementar seu trabalho.
2. Treinar técnicos
3. Orientar, treinar indivíduos para entender o novo ambiente.

O treinamento técnico e do usuário é promovido por fornecedores de computadores.

A orientação no novo ambiente é responsabilidade de todos.

Porque uma coisa é dominar a metodologia e outra é entender a atitude implícita nela. O desafio atual é transcender o manifesto para capturar o latente. A relação entre homem e computador é um fato.

Este conjunto tem mais do que apenas a união de seus membros. E essa outra coisa implica um clima latente que afeta toda a sociedade em que a troca ocorre.

PORQUE...

Compreender e mesmo operar uma fórmula física não implica entender a essência dos relacionamentos causais. Lembrar-se de um fato histórico não é suficiente para compreender suas implicações. Gerenciar uma linguagem não requer a conceituação de sistemas simbólicos. Em cada uma dessas coisas, é necessário capturar o ambiente geral.

Uma atitude que excede o metodológico empresta a ele um quadro de referência. Um clima que não é aprendido é captado.

Conhecer as informações temáticas e a mecânica de uso ajuda a capturar o ambiente. Mas às vezes possuir toda a informação limita. Quem sabe tudo enxerga pouco.

(Este artigo foi publicado originalmente em www.acursonet.com.ar)
** Carlos Acurso: Filósofo, cientifico e educador
Crédito Imagem: Azul y Rojo - Wasily Kandinsky



[ VOLTAR ]
Textos protegidos por Copyright - Guillermo Piernes 2020