Guillermo Piernes
GUILLERMO PIERNES

Home
Home

Autor do Site
Autor del Sitio

Crônicas
Crónicas

Contos e Poemas
Cuentos y poemas

Artigos
Artículos

Escritores e Artistas
Escritores y Artistas

Índice
Índice

Links
Links

Contato
Contacto

Correio dos Leitores
Correo de los Lectores

Guillermo Piernes
GUILLERMO PIERNES
Artigos
Artículos
Software de Deus - Carlos Acurso

11/07/2020




Software de Deus

Por Carlos Acurso **

Todo homem nasce com um Sistema Operacional do Pensamento cujas características gerais ele compartilha com a espécie, cada um possuindo diferenças específicas como produto de sua herança imediata.

Essa conformação inicial e única de características gerais e especiais, se desenvolve posteriormente em estágios relacionados principalmente à idade e à experiência.

O desenvolvimento relacionado à idade percorre o caminho da concepção à morte, atuando em três níveis: do interior ao Pensamento, onde a "semente" e os agentes amadurecem, cruzam os limiares e produzem saltos qualitativos; externo ao Pensamento, mas interno ao indivíduo, que com seus estados físico-energéticos condicionam o primeiro e, finalmente, o ambiente do indivíduo, com seu ambiente físico e seu ambiente cultural, parâmetros do indivíduo.

Cada Sistema Operacional de Pensamento, com suas características iniciais e únicas afetadas em seu desenvolvimento temporal pela idade, também é afetado pela influência da troca dinâmica com seu ambiente, tanto físico (médio) quanto cultural (ambiente). Assim como cada homem, obedecendo a suas causas genéticas e influenciado por seus estados vitais e seu ambiente, desenvolve seu Sistema Operacional de Pensamento, a espécie também produz uma ação semelhante em uma evolução em outra escala de tempo.

Como produto de funções herdadas, o Sistema Operacional Pensante é capaz de adotar hábitos ou caminhos preferenciais em suas jornadas mentais. Esses hábitos logo constituem arquiteturas de maior complexidade, formando verdadeiras redes táticas e estratégicas de pensamento.

Assim como cada homem, obedecendo a sua genética e influenciado por seus estados vitais e seu ambiente, desenvolve seu Sistema Operacional de Pensamento, a espécie também produz uma ação semelhante em uma evolução em outra escala de tempo.

Assim, surgem níveis nas arquiteturas do pensamento que vão dos dados simples que representam um objeto ou episódio à cosmogonia do universo físico e do cosmos algorítmico, passando por modelos de representação e simulação de sistemas intermediários complexos, tais como: filosóficos, políticos, sociais, psicológicos, etc. 

O homem, como parte de sua atuação como ambiente ambiental de cada homem, participa do desenvolvimento desses hábitos de pensamento por meio de intercâmbio cultural não programado e ensino intencional formal ou permanente, tudo isso possível graças ao sistema operacional natural de cada um.

Dois ou mais são necessários para ensinar, um é suficiente para aprender.  Alguns homens ensinam. Todos os homens aprendem. Saber é uma propensão irresistível.

O Sistema Operacional do Pensar (não apenas o original) não é uma base sobre a qual são construídas paredes per se, mesmo quando suportadas por ele, mas o Sistema Operacional do Pensar original e não original em seus diferentes momentos, é a mesma entidade em seu desenvolvimento.

Uma árvore em seu estado original (semente) já possui todos os atributos de sua espécie, é vegetal, é aroeira, etc., etc ... Se não morrer prematuramente ou for excepcionalmente frustrada, seguirá um caminho de crescimento e desenvolvimento com todas as funções inerente a todo momento, tudo sendo programado, por assim dizer, no software de Deus de sua espécie.

Temporariamente, será influenciado em sua ação natural por outros fatores que determinarão sua característica única e irrepetível. Cada indivíduo dessa espécie será igual ao restante, mas não idêntico, assim como dois mais dois são iguais a três mais um e idênticos apenas a dois mais dois. Do mesmo modo, cada homem e cada Sistema Operacional do Pensamento de cada homem serão iguais, mas não idênticos.

Uma laranja, uma laranja, uma laranja ... estranho, nunca vi duas.

Esse reconhecimento de dois princípios: o de que todos os homens são iguais e o de que todos os homens não são idênticos, evita desacordos inevitáveis quando o pensamento linear pretende uma operação não-lógica da lógica, que quando um deles é dado como verdadeiro, o outro é necessariamente falso, quando, sem dúvida, ambos são necessariamente e simultaneamente verdadeiros.

O que é expresso não deve ser confundido ou excluído do contexto científico, porque não estamos falando, por exemplo, dos direitos sociais do homem, dos quais o primeiro é, sem dúvida, o reconhecimento de sua individualidade única e irreproduzível que lhe dá respeito como pessoa.

Cada homem, não idêntico a ninguém e igual a todos os outros, trabalhando de acordo com as normas ditadas pela natureza, inexoravelmente pode delinear os fatores distintivos de seu Sistema Operacional Pensante, desenvolvendo estratégias de pensamento que aprimoram suas habilidades para conhecimento, compreensão e consciência de entidades e fenômenos.

(Artigo originalmente publicado en Acursonet)
** Carlos Acurso, Educador e Filósofo
Crédito Imagem: O God - Mahmoud Farshchian



[ VOLTAR ]
Textos protegidos por Copyright - Guillermo Piernes 2020