Guillermo Piernes
GUILLERMO PIERNES

Home
Home

Autor do Site
Autor del Sitio

Crônicas
Crónicas

Contos e Poemas
Cuentos y poemas

Artigos
Artículos

Escritores e Artistas
Escritores y Artistas

Índice
Índice

Links
Links

Contato
Contacto

Correio dos Leitores
Correo de los Lectores

Guillermo Piernes
GUILLERMO PIERNES
Artigos
Artículos
Ensino e o computador - Carlos Acurso

03/08/2020




O Ensino e o computador

Por Carlos Acurso ** 

Síntese é o objetivo da análise. Sua formulação é geralmente rica, breve e ainda bonita. A tal ponto que, para certos homens, Deus não tem nome. No entanto, estágios devem ser reconhecidos em qualquer estudo. 

E ainda não chegou o momento da síntese para o professor que se aventura na cultura computacional. Não existe essa síntese. Essa responsabilidade pode ser sua honra no futuro.

Mas existem certas indicações, algumas pistas, algumas teorias e uma tarefa a ser realizada, onde a complexidade pode se tornar um motivo de desânimo ou incentivo para quem deseja realizá-la. E isso pode começar agora.

Misticismo sobre rodas. A cultura computacional possui certas características: nela, o geral é mais importante que o particular.

Ele finge ser uma nova maneira de ver. Não é uma abordagem técnica. É a filosofia que a alimenta. Use o computador 

Não é um desses. A nova visão representa um meta simbólica. Nele, os relacionamentos são mais do que conteúdo.
É um ambiente quase mágico. Ele se move em um mundo exclusivo de ideias. Requer inteligência, mas precisa de sabedoria. Está escondido no formal. Disfarça-se de pura racionalidade. Talvez "eu tenha medo".

As raizes da árvore 

Certos homens gostam mais das raízes do que das flores. Assim como alguns têm princípios e outros apenas fins. O mundo sistêmico não é para o homem raiz. Ele geralmente é um usuário ou manipulador de instrumentos para alcançar objetivos.

Ele é um homem dedicado a coisas úteis. E coisas úteis são úteis para alguma coisa. Somente aqueles que não são úteis são eles mesmos. No entanto, não é conveniente deixar o homem das flores" desprotegido de ferramentas para sua vida cotidiana.

O professor que entende o novo ambiente devido às suas condições inatas de captura de processos virtuais deve conhecer minimamente algo sobre a aplicação e o design de sistemas automáticos de processamento de dados.

E conheçer outros tópicos relacionados:
Instrução assistida por computador, sistemas especialistas, inteligência artificial, cibernética, teoria geral de sistemas, etc. 

Ninguém deve se assustar com um termo desconhecido. O conteúdo é compreensível para qualquer pessoa e algumas habilidades relacionadas à operação em si podem ser facilmente acessadas por um macaco moderadamente treinado.

O que aconteceria no mundo se as máquinas de escrever estivessem exclusivamente nas mãos das datilógrafas. Qual o conteúdo desse produto perfeitamente digitado e tabulado. 

A máquina deve ser entregue ao escritor e ele, digitando com dois dedos, deve começar a possuir a ferramenta que melhorará seu trabalho.

Sintaxe e semântica

A jornada começa com o conhecimento de uma linguagem computacional grosseira de sintaxe e semântica em comparação com o português.

Qualquer linguagem orienta sobre uma terminologia necessária, mas fundamentalmente orienta sobre certa sintaxe do pensamento essencial para começar a entender a importância do novo ambiente.

O mistério pode ser revelado pela linguagem.

(Este artigo foi publicado originalmente em www.acursonet.com.ar)
** Carlos Acurso: Filósofo, científico e educador
Crédito imagem: Árbol de la Vida - Hospital Infanta de España



[ VOLTAR ]
Textos protegidos por Copyright - Guillermo Piernes 2020